6 DICAS DE COMPORTAMENTO PARA AUMENTAR AS SUAS CHANCES PROFISSIONAIS


Data: 22/08/2017 16:31

O Brasil atualmente soma em uma de suas vergonhosas estatísticas 26,3 milhões de trabalhadores desempregados, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Quando existe queda comercial em uma determinada área, como por exemplo a indústria automobilística, esta desemprega tantos outros mercados, por necessitar de peças que fazem parte da montagem total de um automóvel. Logo, diversos segmentos começam a decair, tais como, a indústria de plástico, elétrica, vidros, dentre outros serviços associados à indústria automobilística.

Quando pensamos em um profissional que atua num segmento como este por exemplo, ele não deve abrir mão de pensar em outras habilidades que possam conduzi-lo a uma maior chance de reconquistar sua empregabilidade. Só que desta vez, não necessariamente numa indústria específica do negócio em que atuava, por isso a primeira dica é: reinventar-se. Pense que você pode e deve conhecer seus atributos profissionais e pessoais, favorecendo portanto, uma amplitude do seu próprio trabalho. Muitas vezes o empreendedorismo origina-se deste momento. Por isso, seja auto conhecedor de suas habilidade a fim de favorece-las em outras áreas que poderão ser de grande valia profissional, pessoal e financeira.

Muito embora o desemprego influencie na baixa autoestima, é necessário o foco na busca pelo trabalho, sem desanimar. Esta semana o noticiário apresentou um homem que mesmo estando desempregado há mais de um ano, chegando inclusive a residir nas ruas por falta de dinheiro, nunca desistiu de manter o foco em voltar ao mercado de trabalho, ainda que o país esteja passando por uma grave crise política econômica e social. O seu empenho e dedicação na busca por um trabalho era notadamente característico de um homem determinado, disciplinado e com auto estima preservada, pois em nenhum momento titubeou em relação ao seu profissionalismo nas entrevistas de emprego. Felizmente ele recebeu uma boa oferta e foi reintegrado ao mercado profissional. Segunda dica: Procure manter a sua autoestima preservada, sabendo quem você é e o que você pode! Não perca a sua dignidade!

O networking e a capacidade de transitar com segurança entre as pessoas independente do nível hierárquico, é uma competência importante para se manter vinculado aos colegas que certamente o indicarão para o momento oportuno. Todavia, este relacionamento precisa estar baseado em uma moeda de troca que seja autêntica para que se tenha lastro. Uma vez, li de algum pensador, que o networking é a capacidade de ser interessante sem ser interesseiro. Desta forma, o ciclo virtuoso de indicações baseada em confiança e qualidade, se fortalece gerando um vínculo vivo e profissional de grande valor num determinado grupo.                                                                                                                                     Terceira dica: Saiba efetivar um bom networking com relacionamentos sustentáveis.

A boa comunicação facilita o networking e vice e versa. A comunicação tem um conceito amplo neste caso, porque posso incitar a reflexão de como você se comunica com o outro. Qual a imagem você passa para o seu interlocutor frente a uma entrevista, bate papo informal, apresentação de CV, conversas em redes sociais, e etc. Este quesito poderá gerar uma informação inesperada, pois normalmente podemos achar que somos de um jeito, mas o externo nos enxerga de outro jeito. Enfim, será que a imagem em que está vendendo realmente seja sua? O autoconhecimento é importante para que a sua comunicação seja assertiva e, portanto, alinhada com as suas expectativas.                     Quarta dica: Comunique-se com transparência, clareza e objetividade, pois este predicado, certamente abreviará o seu trajeto entre o desemprego e a oportunidade de trabalho.

Resiliência é uma palavra muito conhecida no mundo do trabalho, onde espera-se do profissional flexibilidade, negociação e força diante as pressões do dia a  dia. A resiliência é uma palavra que vem da física para assegurar a resistência do material frente as múltiplas adversidades externas em que este passa. Compara-se a pressão do vendaval frente a um coqueiro que chega a envergar, mas não se quebra. Quando a ventania passa, o coqueiro volta a sua posição normal. Na vida não é diferente. Sentir-se firme e seguro das suas convicções pessoais e profissionais frente as mudanças repentinas ou pressões que partem do ambiente externo ou interno, gerando uma sensação de desconforto, muitas vezes podem garantir um movimento de posição, que nos traz certo incômodo, mas junto com este, também nos traz uma maior força e resistência frente as adversidades.                                                                                                      Quinta dica: Diante as dificuldades, não desanime. Procure testar e conhecer seus próprios limites. Desta forma você pode conseguir grandes oportunidades e até mesmo desdobrar de maneia positiva a sua carreira. Por isso não tema, persista! Tenha foco em sua capacidade de ser resiliente.

A disponibilidade para mudanças é o sexto e último conselho de comportamento que concluo neste artigo. Quando se busca uma nova oportunidade de trabalho, muitas portas podem se abrir. Para tanto, a sua cabeça também deve acompanhar tais movimentos. Essas mudanças, podem alterar não só cargo e função, como também a  disponibilidade geográfica.  Portanto, Estar aberto e atento a mudanças que podem favorecer uma nova e diferente possibilidade de trabalho, faz parte para quem está com a mentalidade aberta diante de novos paradigmas.  Desta forma, você avaliará a sua capacidade de aceitar ou não os novos desafios, que no mínimo fará com que você tenha muitas histórias para contar, através de um novo trajeto curricular.                                                                                                                                       Sexta dica: Esteja aberto a novos desafios, antenado às novidade a fim de acompanhar o ritmo do mercado e manter-se atualizado. Portanto, não resista a mudanças, pois esta disponibilidade interna poderá lhe trazer grandes benefícios, ainda que desconhecidos no momento presente.

Elen Horn

RH Shopping

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *